O Senhor dos Anéis Vol.2 – As Duas Torres

Título: O Senhor dos Anéis – As Duas Torres
Título original: The Lord of the Rings – The Two Towers
Autor: J. R. R. Tolkien
Ano de publicação: 2001 (primeira edição de 1954)
País de origem: Inglaterra
Tradução: Lenita Maria Rímoli Esteves e Almiro Pisetta
Editora: Martins Fontes– 552 páginas

Em novembro de 1954, foi publicado o segundo volume da série O Senhor dos Anéis. Tolkien inicialmente queria publicar tudo num volume único, mas foi convencido pelos editores a dividir o livro em três partes. O título As Duas Torres foi sugestão do editor e para o próprio Tolkien era considerado algo ambíguo. Afinal, o segundo livro da série de fantasia mais famosa e aclamada de todos os tempos é o volume em que a trama e os protagonistas tomam caminhos completamente diferentes. Escolher um título realmente não deve ter sido tarefa fácil.

Após o fim da sociedade do anel, a história literalmente se divide: no Livro III, com onze capítulos, acompanhamos Aragorn, Legolas e Gimli e mais tarde Pippin e Merry.  O que aconteceu com Frodo e Sam só é mostrado no Livro IV, com dez capítulos. Ouso dizer que o III possui mais ação enquanto o IV foca mais no sofrimento e no drama enfretado por Sam e Frodo na companhia de Gollum. Não é preciso ser gênio para perceber uma diferença enorme entre as duas partes.

Por conta disso, Tolkien teve uma ideia na época de publicar os tomos separadamente. O atual Livro III se chamaria “A traição de Isengard” e o Livro IV, “O Anel vai para o leste” (títulos que apareceram na edição comemorativa Millenium). A ideia foi rejeitada e o título As Duas Torres ficou. Há apenas uma referência textual a “duas torres” no livro IV no capítulo 3 “O Portão Negro está fechado”. Peter Jackson em seu mega filme tirou toda ambiguidade do título e num discurso conferido a Saruman, fez as duas torres ficarem super explícitas como Orthanc and Barad-dûr. Eu não acho que isso tenha sido um grande problema, mas alguns fãs fanáticos se revoltam até hoje com o fato.

Quanto à história em si, diferentemente de A Sociedade do Anel, As Duas Torres apresenta mais cenas de ação e mais foco nos sentimentos e dramas pessoais dos protagonistas, principalmente em Frodo, Sam e Aragorn. O leitor é apresentado aos temores do coração de cada um dos três e começa a entender o peso que a Jornada do Anel tem para cada um deles. Além disso, é nesse livro que famoso Barbárvore aparece pela primeira vez num capítulo que divide opiniões sendo classificado como “brilhante” ou “incrivelmente chato”. Eu pessoalmente gosto muito, e vocês?

E voltando a falar do Peter Jackson, o filme As Duas Torres mistura acontecimentos do livro homônimo e do livro final, O Retorno do Rei. Jackson optou por dar mais ênfase à cronologia e por conta disso o filme As Duas Torres é o que possui mais diferenças em relação ao livro. E de novo os fãs fanáticos choram ao fundo. rs (apesar de eu achar a adaptação dele genial!)

Esse não é um livro altamente recomendado, é um livro obrigatório! Com certeza o grande ápice da Alta Fantasia e um marco histórico para todo o gênero! As Duas Torres ainda possuem os capítulos mais empolgantes da trilogia na minha opinião como “O Rei do Palácio Dourado”, “O Abismo de Helm” e “O Palantír”, além dos capítulos dramáticos primorosos “O lago proibido” e “As Escolhas do Mestre Samwise”.

Mas eu tenho meu quê fanático, confesso. rs Dá até vontade de reler pela milésima vez…

Anúncios

11 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Liége
    fev 09, 2012 @ 01:36:00

    Esse é o meu livro favorito da trilogia, e os capítulos que você citou então… *_*

    Realmente uma obra obrigatória! E eu gosto da parte do Bárbarvore.

    Responder

    • Melissa
      fev 09, 2012 @ 20:22:19

      Liège, eu sou meio brega então gosto é mesmo de O Retorno do Rei. hahaha Clichezão, mas eu sempre choro horrores. Sem contar que adoro o Aragorn, então…

      Eu me recuso a chamar alguém de fã de livro de fantasia se essa pessoa não leu O Senhor dos Anéis. É tipo a entrada pro clube. hahahaha

      Responder

      • Liége
        fev 09, 2012 @ 23:52:33

        Ah, eu também adoro o Retorno do Rei, e Aragorn é mesmo um personagem fantástico. Uma coisa que eu gostei muito nas Duas Torres foi a parte em que Legolas, Aragorn e Gimli tentam rastrear os dois halflings e também a inserção do povo de Rohan… Mas o Retorno do Rei também é maravilhoso… falando assim nem sei se tenho mesmo um favorito, hahaha!

  2. Vini
    fev 09, 2012 @ 15:29:35

    Eu acho Senhor dos Aneis um tanto quanto cansativo. Tolkien descreve tanto as coisas que chega a me dar sono. Gosto muito da trama, mas a narrativa é realmente entediante. E correção, a série mais famosa e aclamada de todas é Harry Potter. Até porque, na época em que Tolkien lançou, não haviam premios para livros. Hoje em dia tem, e Harry já ganhou muitos. E quase todo mundo conhece Harry Potter, coisa que não se pode dizer o mesmo de Senhor dos Anéis.

    Responder

    • Melissa
      fev 09, 2012 @ 20:15:19

      Vini, eu entendo quando você diz que Senhor dos Anéis é cansativo. Afinal, a ideia do Tolkien é criar uma mitologia e pra isso ele precisa ser descritivo. É a proposta dele.

      Nâo, não é correção. Eu sou fanática por Harry Potter, mas essa não é a série mais famosa e aclamada de todos os tempos na fantasia. Pode ter sido a série de fantasia mais popular (no sentido que apareceu na mídia e talz), mas O Senhor dos Anéis é o grande nome da fantasia. Pra você ter uma ideia, é a pedra fundamental da literatura de fantasia como a conhecemos hoje (antes do Tolkien, não tinha quase nada!). Sem O Senhor dos Aneis, Harry Potter jamais poderia ter sido escrito! Quanto à questão “todo mundo conhece”, isso não é critério para julgar. Quanto aos prêmios literários, bem, isso também não é critério. O Tolkien não ganhou prêmios porque, como você disse, na época dele não existiam muitos. Por outro lado, existem centros de estudo das obras do Tolkien em todo o mundo, inclusive em universidades!

      Bem, não estou dizendo isso pra desmerecer Harry Potter, pelo contrário, eu AMO Harry Potter e é uma série incrível, mas temos que ter o devido respeito por O Senhor dos Aneis e reconhecê-lo como a obra fundadora que é.

      Responder

  3. Vini
    fev 09, 2012 @ 22:41:18

    Por favor, não pense que estou desmerecendo Senhor dos Anéis, na verdade até gosto ( principalmente de O Retorno do Rei). Estou apenas dizendo que Harry Potter é mais famoso. Também não estou dizendo que Harry é melhor, até porque ninguém tem o poder de AFIRMAR isso. Eu prefiro Harry Potter, mas também sou muito grato por Tolkien, o pai da fantasia, ter criado O Senhor dos Aneis e até outras obras que prefiro como Os Silmarilions.
    Na questão de faculdades, não sei se você conhece o site Clube do Slugue, eles fizeram um post a alguns meses atras, falando sobre os cursos de Harry Potter que existem no reino unido.
    Bom, ambas obras são GRANDES NOMES na fantasia literaria. Uma é o pai de toda a fantasia, e a outra é da fantasia moderna. Gosto de o Senhor dos Anéis, mas prefiro série como The Game of Thrones, Jogos Vorazes e Harry Potter (obvio).

    Responder

    • Melissa
      fev 10, 2012 @ 00:30:24

      Vini, realmente, ninguém pode afirmar que um dos dois seja melhor. E um dos motivos é que são obras bem diferentes, né?

      Eu também adoro séries tipo Jogos Vorazes e Harry Potter (são minhas favoritas, inclusive), mas Senhor dos Aneis tem um lugarzinho no meu coração. Afinal, é onde tudo começou.

      Sim, as duas obras são grandes nomes da fantasia e merecem ser reconhecidas pelo que são.

      Responder

  4. Camila - Leitora Compulsiva
    fev 13, 2012 @ 17:33:41

    Oi Mel,
    Concordo com você: esse livro é uma leitura obrigatória!!!!
    Ainda mais para quem curte leitura fantástica…
    Eu sei que existem inúmeras séries que retratam mundos fantásticos, mas até hoje não encontrei ninguém que descrevesse algo inexistente com tanta clareza quanto o Tolken!! rs…
    É uma pena que a garotada de hoje não consiga reconhecer o valor dos clássicos!
    Beijos
    Camis

    Responder

    • Melissa
      fev 13, 2012 @ 19:14:34

      Camis, realmente, eu também nunca vi alguém que descrevesse um mundo como o Tolkien fez. É simplesmente completo. Tem tudo: geografia, história, mitologia…
      Eu até entendo que algumas pessoas possam achar o livro devagar ou muito descritivo, mas tem que ler. É um clássico mesmo!
      bjs

      Responder

  5. Ddii_
    abr 10, 2012 @ 01:08:45

    Sem a “chatice” descritiva exagerada ou informações em excesso não seria épico. Você lê cansativamente e quando chega no fim fecha os olhos e vê onde Tolkien te levou e entende porquê Senhor dos Anéis é tão belo e ‘único’. Não é apenas uma fantasia aventura. É conhecimento. É experiencia. É Terra Média.

    Tolkien não é um simples escritor de fantasia. É um criador de línguas, raças, geografia… de universo. E sabe como ninguém te fazer sentir e desejar ao ponto de seu rosto sentir o vento, seus pés sentirem a terra passar entre seus dedos e os braços o peso da espada de Aragorn.

    Muitas vezes só notamos o quanto gostamos de algo ou alguém no momento que enxergamos o fim. Senhor dos Anéis é desse jeito. rs Isso é clichê, mas falando de Senhor dos Anéis, de uma obra cheio de idealismo… acho que se encaixa bem.

    Sou apenas um fã de Tolkien que acabou caindo aqui por acaso deixando um texto bobo (talvez). Enfim, leitura obrigatória.

    Responder

    • Melissa
      abr 10, 2012 @ 02:13:01

      Dddi_, adorei seu comentário! Foi bem assim que me senti quando li esse livro. Foi uma experiência meio de transporte mesmo, ir pra outro mundo, sentir outras coisas. Também acho que sem as descrições e tudo mais, não teria o mesmo impacto em nós. Nem de longe.

      Muito bem colocado o seu comentário! 🙂

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: