Os Olhos do Dragão

Os Olhos do Dragão, de Stephen KingTítulo: Os Olhos do Dragão
Título original: The Eyes of the Dragon
Autor: Stephen King
Ano de publicação: 2002 (edição original de 1987)
País de origem: Estados Unidos
Tradução: João Guilherme Linke
Editora: Objetiva – 282 páginas

Começando com o clássico “Era uma vez”, Stephen King nos leva para o reino de Delain e conhecemos o rei Rolando, o Bom, com seus mais de 70 anos, seus filhos Pedro e Tomás e o sinistro mago da corte, Flagg. Uma história com ar de conto de fadas que deixa o leitor preso em cada página. Afinal, por que é que Flagg deseja tanto que Tomás seja o próximo rei ao invés de Pedro, o filho mais velho? Mais

Anúncios

Reckless Vol. 1 – A Maldição da Pedra

Título: A Maldição da Pedra
Título original: Reckless – Steinernes Fleisch
Autor: Cornelia Funke (com contribuição de Lionel Wigram)
Ano de publicação: 2011 (edição original de 2010)
País de origem: Alemanha
Tradução: Sonali Bertuol
Editora: Companhia das Letras– 241 páginas

Depois do desaparecimento do pai, Jacob Reckless descobre uma passagem para um outro mundo. Um mundo estranho e fascinante que acaba envolvendo-o muito mais do que o mundo real com sua mãe doente e irmão caçula. Mas quando Will decide seguir o irmão mais velho através do espelho e é amaldiçoado, Jacob se verá obrigado a rever seus conceitos e cuidar da família pela primeira vez. Um livro incrível que narra uma jornada inesquecível com as doses certas de aventura, ação e romance. Mais

Dragões de Éter Vol.1 – Caçadores de Bruxas


Título:
Dragões de Éter: Caçadores de Bruxas

Autor: Raphael Draccon

Ano de publicação: 2010 (primeira edição de 2007)

 

País de origem: Brasil

Editora: Leya – 438 páginas

Caçadores de Bruxas é o primeiro volume da trilogia de Raphael Draccon que se tornou um best-seller nacional daquele jeito mais conto-de-fada: com uma tiragem pequena na editora Planeta em 2007, o livro conseguiu ir se colocando na lista dos mais vendidos apenas com o boca a boca dos leitores empolgados. Nessa edição de 2010, há um material inédito e extensões da primeira edição, com prólogo do editor e epílogo do autor. É com certeza um grande feito da literatura nacional de fantasia (FantLit) que fez Draccon um ícone do gênero aqui no Brasil.

Mais